5 de dezembro de 2016


Resenha – Me Chama de Bruna

1
A série é baseada no filme Bruna Surfistinha que teve como protagonista a atriz Debora Secco, e também no livro “O Doce Veneno do Escorpião: o Diário de uma Garota de Programa”; ambos contam a história da garota de programa que fez inúmeros programas para ganhar a vida. A série explora mais a fundo a prostituição que no filme dirigido por Marcus Baldini não conta.
                A série começa contando a vida de Raquel Pacheco (Maria Bopp), desde quando ela saiu de casa e foi a procura de um serviço e deu “de cara” com o prostíbulo da Stella, (Carla Ribas), onde ficou hospedada e fazia seus programas. Por ser nova na área encantou e conquistou muitos clientes.
                Ao longo da trama conhecemos Mônica, (Luciana Paes), Jéssica, (Nash Laila), e Gisele (Marina Provenzzano), que trabalham para Stella. Nós, como telespectadores, somos apresentados a uma série de problemas que nos faz refletir o que a série quer dizer. Do filhinho debaixo da asa da mãe e que apronta até o momento em que os clientes batem nas garotas. Há nudez frontal à vontade das atrizes, principalmente da Bruna.

                Com direção de Marcus Baldini e Roberto Berliner, a série foi exibida na Fox. Até o momento só há 1 temporada e conta com 8 episódios. A trilha sonora de abertura fica por conta de Simone Mazzer com a música “Dei um Beijo na Boca do Medo”.  

1 comentários:

Vanessa Ferreira disse... [Responder comentário]

Olá.
Gostei muito da sua resenha e esse parece ser um ótimo livro.
Dica mais q anotada.
Beijocas.

meumundosecreto