23 de junho de 2017


Resenha: O beijo da morte

4

Olá, queridos leitores!
Hoje venho com a resenha de mais um livro nacional de um dos autores do blog. E dessa vez, a autora é a Judie Castilho, com o livro O beijo da morte , da trilogia Sob a luz das galáxias.
Espero que gostem!

Sinopse:

Uma romântica e perigosa história, vivida sob a luz das galáxias.
Uma jovem audaciosa, disposta a tudo por seu amor...
Um homem poderoso, capaz de matá-la só por amar-lhe...
Um povo cruel, que não tem limites em sua luta pelo poder...
A paz entre os planetas ameaçada, como nunca antes...
E o amor pode se tornar a arma perfeita para uma guerra intergaláctica.

Haysla e sua amiga, Violyt, estão iniciando uma nova fase em suas vidas.
Depois de passarem muitos anos na Terra, enfim chegou o dia pelo qual elas tanto esperaram! Elas estão completando 17 anos e ingressando na Academia Frantila, a escola mais disputada do universo.
Mas as coisas não serão fáceis para elas.
A União Universal e seus 16 planetas aliados acreditam estar cada vez mais unidos e poderosos. Porém, uma grande conspiração intergaláctica está se formando. Seus planetas inimigos não querem mais viver à margem do universo. Eles estão em busca de poder e de um elixir que lhes garanta uma longa vida.
Para complicar ainda mais as coisas, Haysla está vivendo um peculiar triângulo amoroso.
De um lado, um amor leve, divertido, tranquilo. Possível.
Com ele, Haysla tem a chance de uma vida segura e feliz.
De outro lado, um amor ardente, avassalador, compulsivo...
Mas impossível.
E para viver este amor, Haysla não temerá consequências... E pode colocar todos em sérios apuros.


Minhas impressões:

Haysla e Violyt são metade terráqueas e metade ordeanas. E são amigas desde sempre, fazem tudo juntas. Conseguem até se comunicar mentalmente (um poder compartilhado entre elas).
Elas moram em um planeta onde existem várias raças diferentes, inclusive mestiços como elas. E uma dessas raças, pode ser perigosa para eles ao entrar em contato com a pele ou com a saliva ou suor. E essa raça é a de um dos professores da Uni Uni onde Haysla e Violyt estudam.
Haysla é uma garota bastante autêntica, sem "papas na língua", linda, moderna, e bastante extrovertida, chamando sempre a atenção por onde passa.
Violyt já é bem tímida, tentando de alguma forma se "esconder".
Logo nas primeiras páginas, Haysla se interessa por um dos alunos mais bonitos da escola, Keynel. Mas também se interessa pelo professor Benjamin. Mas infelizmente, Benjamin que é um Eklyesiáqueo , seria um perigo a vida de Haysla, que não pode ter nenhum tipo de contato com ele, devido a um veneno que pode matá-la.
O pai de Haysla é como se fosse um presidente da Galáxia onde eles moram.
E isso no decorrer do livro trará problemas.
Durante o livro, Haysla se vê apaixonada por Benjamin, mas ao mesmo tempo em que isso acontece, ela está namorando com Keynel(fiquei chateada com isso, mas tudo bem).
Por ser bastante extrovertida, Haysla faz algumas amizades além da de Keynel e Violyt.
No decorrer da estória podemos ver a luta de Haysla para não se apaixonar por Benjamin, o que se tornou impossível para ela, e convenhamos que para ele também.
Haysla também começa a "desenvolver" alguns poderes. E um deles é de poder conversar mentalmente e criar "fantasias mentais" para quem ela quiser (achei isso tão legal).
Sou meio que suspeita para falar sobre O beijo da morte, porque eu amo tudo que envolve fantasia. E com esse não foi diferente.
A Judie conseguiu criar um triângulo amoroso em que é quase impossível torcer por um só personagem.
Estou ansiosa pela continuação, e assim que eu adquirir, deixo a resenha aqui para que possam acompanhar o desenrolar dessa incrível estória.
Deixo aqui a minha indicação para que vocês possam ler e sofrer como eu sofri, com o amor de Haysla e Benjamin.
Para quem tiver interesse em adquirir o livro, pode entrar em contato  diretamente com a  autora e pedir autografado.
Por hoje é só. Espero que tenham gostado.

14 de junho de 2017


#Entrevista: Diego Martello

21



Olá, queridos leitores!
Após ter ficado duas semanas sem postar nada devido a semana de provas, hoje estou de volta, e com uma entrevista com o autor Diego Martello.  Autor do livro Uma vez você, uma vez eu.
Espero que gostem!

1 - Enquanto está escrevendo o livro, compartilha a estória com alguém para pedir conselhos?
Não. Eu prefiro praticamente terminar o livro, deixar a ideia bem estruturada antes de compartilhar com alguém. Porém, pretendo sempre ter a análise de alguém próximo antes de mostrar para alguma editora ou publicar. 
2 - Como surgiu a ideia para o "Uma vez você, uma vez eu" ?
Ela não surgiu por inteiro e a ideia mudou algumas vezes durante a escrita. Diria que a ideia se construiu aos poucos e ela mesmo tomou forma. Porém, considerando um início bem embrionário poderia considerar que foi o fato de tentar mostrar como nossa percepção pode mudar conforme os fatos também mudam em relação a tudo que me motivou a começar a escrever.
3 - De onde vieram os personagens? 
Boa pergunta. Realmente não faço a mínima ideia rs. Eles foram surgindo conforme o livro foi formando. Não houve qualquer planejamento. Para o próximo livro eu pretendo ter uma fase de planejamento um pouco maior que este meu primeiro. Vamos ver se me dedico mais a construção de personagens. 
4 -  Quanto tempo demorou para escrevê-lo? 
Esta é uma pergunta muito difícil para eu responder, e eu não sei o porque. Tentei responder para outras oportunidades de entrevista mas não tenho muito certo pois foram anotações de vários períodos de minha vida que foram tomando forma e virando um livro. Realmente tenho dificuldade em responder sobre o tempo de escrita deste livro. Para o meu segundo com certeza minha resposta será mais precisa. 
5 - Gosta de escrever em silêncio absoluto ou prefere escrever ouvindo música?
Silêncio absoluto. Eu consigo escrever com barulho, com música e com movimentos ao meu redor. Mas só consigo chegar em algumas conclusões quando eu estou em silêncio absoluto.
6 - Qual o seu livro e autor favorito?
O lobo da Estepe - Herman Hesse 
7 - Como começou o seu envolvimento com a escrita?
Naturalmente. Costumava viver fazendo anotações até que tudo criou forma de livro. 
8 - Qual o seu próximo projeto?


Ele esta acontecendo. Todo dia eu escrevo um pouco. Tenho a impressão que não irei lançar muitos livros, mas os que eu lançar tentarei fazer o meu melhor. A escrita é um hobby e não é minha atividade principal , então,muitas vezes eu priorizo outras coisas, infelizmente. Mas todo dia, pelo menos por alguns segundos (rs) eu tento ter contato com meu prazer de escrever. 

1 de junho de 2017


Resenha: Em busca da verdade

15



Olá, queridos leitores!
Hoje venho com mais um resenha de um livro nacional de uma das autoras parceiras do blog: Tânia Lopes.



Sinopse:

Juan passara horas, dias, naquele hospital. Quando pensou que as coisas começariam a clarear, foi golpeado pela notícia de que Fernanda estava com amnésia. Sua vida se transformou em um verdadeiro caos. Como prometera, faria de tudo para ter uma relação cordial com ela. O que poderia esperar de si próprio era sustentar, com todas as forças, uma distância emocional daquela mulher. Fernanda merecia, no mínimo, seu desprezo. Embarque nesta conturbada história de amor. Em busca da verdade vai revirar suas emoções.

Minhas impressões:

Em busca da verdade é um livro narrado pelo ponto de vista de dois personagens: Juan e Fernanda. Sempre alternando entre os dois. 
Juan e Fernanda são casados, mas por algum motivo que não é revelado logo no início, Juan acredita que Fernanda traiu a sua confiança.
E ele fica com bastante raiva de Fernanda, até o momento em que ela sofre um acidente de carro.
Juan passa horas no hospital ao lado de sua esposa que ainda está desacordada.
A maior surpresa, é que quando Fernanda acorda, ela não se lembra de nada, nem mesmo que é casada. E acredita que ainda tem 17 anos.
Ao acordar, todos dizem que ela é casada com Juan, mas não consegue se lembrar dele. E o pior, para tentar ficar longe dela, ele inventa uma desculpa e acaba indo viajar "a trabalho".
O maior medo de Juan é que Fernanda se lembre de tudo.
Com Juan longe, o melhor amigo de Juan, que também é o médico de Fernanda, acaba se aproximando bastante dela.
Fernanda por achar que tem alguma coisa de errado entre ela e Juan(que não está ao lado da esposa em uma situação crítica), acaba se deixando levar pelo sentimento. 
Não, ela não trai o marido. Mas com isso tudo acontecendo, Juan volta de sua viagem e decide que irá tentar reconquistar Fernanda, por mais que esteja magoado.
Confesso que esse livro foi uma grande surpresa, não imaginava um desfecho como o que esse livro teve. O tempo todo eu ficava tentando descobrir o que a Fernanda havia feito para deixar Juan tão magoado.
O que achei mais legal nesse livro, foi a forma como é contada.
Assim podemos acompanhar o ponto de vista dos dois. Mas mesmo assim, ainda não consegui descobrir o que poderia ter acontecido com os personagens.
Uma estória que te prende do início ao fim.
Podemos ver também através do ponto de vista dos dois personagens como uma relação, seja casamento ou não é difícil de ser mantida caso não tenha uma cooperação dos dois lados.
Enfim, para quem gosta de um pouco de suspense e um pouco de romance, esse é um ótimo livro.